A utilização de tecnologias no âmbito das Energias Limpas, ou seja eficiência energética e energias renováveis tem crescido enormemente nas últimas décadas.
Tecnologias, consideradas no passado como exóticas, estão agora disponíveis no mercado, representando alternativas economicamente viáveis aos sistemas baseados na utilização de combustíveis fósseis com todos os problemas associados, nomeadamente no que concerne à emissão de gases com efeito de estufa.

Maior venda eólica da Europa disputada pela Iberdrola, EDF e Suez

A alienação dos parques de energia renovável em Portugal, Espanha, França, Itália e Alemanha do australiano Babcok & Brown Wind (BBW) promete ser uma luta renhida entre os gigantes do sector energético europeu.
A espanhola Iberdrola, as francesas EDF e Suez, a par da alemã E.ON, a italiana ENEL e a norte-americana perspectivam-se para já como os candidatos à compra. A EDP já disse que não lhe interessam estes activos.

A alienação dos parques de energia renovável em Portugal, Espanha, França, Itália e Alemanha do australiano Babcok & Brown Wind (BBW) promete ser uma luta renhida entre os gigantes do sector energético europeu. A espanhola Iberdrola, as francesas EDF e Suez, a par da alemã E.ON, a italiana ENEL e a norte-americana perspectivam-se para já como os candidatos à compra. A EDP já disse que não lhe interessam estes activos.
Os australianos vão vender todos os activos de renováveis que detém na Europa, incluindo a portuguesa Enersis, empresa de energias renováveis que compraram no final de 2005, à Semapa. Pelos 89,92% que a empresa liderada por Pedro Queiroz Pereira detinha, a B&B pagou, na altura, 420,85 milhões de euros.
A EDP já declarou que não está interessada. "A EDP Renováveis não é compradora de activos já em operação, mas sim de empresas com significativos ‘pipelines’ em funcionamento", disse na segunda-feira, António Mexia aos jornalistas, à margem da apresentação do programa ECO, para 2008, no Museu da Electricidade.
A operação vai implicar a entrega de uma potência eólica de cerca de 3.000 megawatts (MW), valorizada entre 3.500 e 4.000 milhões de euros, pelos analistas citados hoje pelo jornal espanhol Expansión.
A BBW, detida pelo grupo australiano Babcock & Brown, informou no início da semana que contratou vários bancos de investimento para preparem a venda de activos ligados às energias renováveis na Europa.
O processo de venda deverá demorar cerca de seis meses, de acordo com fontes do Deutsche Bank e JPMorgan citadas pelo mesmo jornal.
FONTE: Jornal de Negócios

As últimas NOTÍCIAS sobre Energia Renovável