A utilização de tecnologias no âmbito das Energias Limpas, ou seja eficiência energética e energias renováveis tem crescido enormemente nas últimas décadas.
Tecnologias, consideradas no passado como exóticas, estão agora disponíveis no mercado, representando alternativas economicamente viáveis aos sistemas baseados na utilização de combustíveis fósseis com todos os problemas associados, nomeadamente no que concerne à emissão de gases com efeito de estufa.

Investidores chineses querem apostar em energias renováveis em Borba

A exploração de energias renováveis poderá atrair investidores chineses ao concelho alentejano de Borba (Évora), depois de as relações comerciais já se estenderem aos sectores do vinho e das rochas ornamentais.
O presidente da Câmara Municipal de Borba, Ângelo de Sá, adiantou hoje à agência Lusa que investidores da província chinesa de Zhejiang já se mostraram interessados em parcerias para investimentos na área das energias renováveis no concelho alentejano.
"Ainda estamos numa fase inicial de contactos, mas poderá haver investimentos chineses em Borba", afirmou o autarca.
Para já, as relações comerciais entre o concelho de Borba e a região de Zhejiang passam pelos sectores do vinho e das rochas ornamentais.
A Adega Cooperativa de Borba está a apostar nas exportações de vinho para aquela região chinesa, tal como outros produtores do concelho.
O presidente do município destacou a importância da aposta no desenvolvimento das relações comerciais e institucionais do concelho com a província de Zhejiang, na China, tendo em vista as oportunidades de investimento e o reforço das exportações.
Ângelo de Sá lembrou que as relações institucionais entre Borba e a província de Zhejiang têm vindo a ser reforçadas através de visitas de delegações de governantes daquela região chinesa ao concelho alentejano.
A mais recente visita de uma delegação, que integrava sete governantes de Zhejiang, ocorreu a semana passada, tendo-se registado idêntica iniciativa em Setembro de 2007, as quais integraram visitas a empresas dos sectores dos mármores e vinhos.
Segundo o autarca, as visitas têm servido para troca de impressões sobre as duas regiões relativamente às potencialidades económicas e oportunidades de investimento.
O autarca avançou ainda que Borba pretende geminar-se com a cidade chinesa de Taizhou, na região de Zhejiang.

As últimas NOTÍCIAS sobre Energia Renovável