A utilização de tecnologias no âmbito das Energias Limpas, ou seja eficiência energética e energias renováveis tem crescido enormemente nas últimas décadas.
Tecnologias, consideradas no passado como exóticas, estão agora disponíveis no mercado, representando alternativas economicamente viáveis aos sistemas baseados na utilização de combustíveis fósseis com todos os problemas associados, nomeadamente no que concerne à emissão de gases com efeito de estufa.

PORTUGAL É O TERCEIRO

Na produção de energia a partir de fontes renováveis, o terceiro lugar na Europa é ocupado por Portugal ( a Suécia está em primeiro e a Áustria em segundo).
Apesar das inúmeras possibilidades, em especial no solar (temos o maior número de horas de sol por dia e o seu aproveitamento está muito aquém do seu potencial), a aposta nacional tem incidido na hídrica e na eólica. Os dados foram divulgados pela Direcção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) e não obstante se referirem a 2006 são os mais recentes.
Mas o investimento em renováveis não estagnou: a energia eléctrica consumida no país em 2007 com origem em renováveis aumentou 12% em 2007 (em 2006 era de 30%, em 2007 subiu para os 42%). Por distritos, Bragança e Viseu são os que melhor aproveitam os seus recursos (o primeiro em hídrica, o segundo na hídrica e na eólica).
Ainda segundo a DGEG, no primeiro trimestre deste ano a produção de energia a partir do vento aumentou 9%, por comparação a igual período do ano anterior.

As últimas NOTÍCIAS sobre Energia Renovável